LITORAL SUL DE SP – FEV/2016

Feriado de carnaval chegou, e resolvemos eu, a Michelle, meu primo e sua namorada irmos para o litoral sul do estado de São Paulo. Particularmente não gostamos muito de viajar no carnaval, principalmente para a praia, por causa da muvuca, mas, como meus feriados estão meio escassos, resolvemos aproveitar. Fomos nós quatro e o nosso cachorrinho Mambo no carro do meu primo. Ficamos na casa de familiares na vila de Icapara, que é um distrito da cidade de Iguape-SP. Icapara é uma vila de pescadores muito antiga à beira da Mata Atlântica, localizada entre a praia da Juréia e a cidade de Iguape. Há um tempo atrás, já postei coisas sobre alguns dos lugares que vou mencionar aqui, mas vale a pena acompanhar o post, pois tem mais lugares e fotos que valem a pena.

Saímos de Bauru às 14hs e viajamos a tarde toda passando por Botucatu, Sorocaba e a Serra de Piedade (onde tem o lendário Restaurante Cabeça da Anta), chegamos lá por volta das 19hs. Nos acomodamos, jantamos e fomos dormir. No dia seguinte, acordamos cedo e fomos para o Farol. Fica em Icapara mesmo, no alto de um morro. Subimos por uma trilha durante uns 20 minutos e chegamos no pé do farol Eu e meu primo subimos nele para tirar umas fotos. A vista lá de cima é sensacional. Dá para ver a vila de Icapara, a ponta da Ilha Comprida e os morros da Mata Atlântica.

IMG_3870

O morro…

IMG_3881

… e o Farol!

IMG_3873

A vista lá de cima !

IMG_3874

A vila de Icapara no meio da Mata Atlântica.

Depois de almoçar, fomos até a Ilha Comprida, que fica em frente à cidade de Iguape. A ilha é imensa, comprida mesmo, tem cerca de 70 km de uma ponta à outra. Passamos a tarde na praia, o dia estava muito bonito e a água do mar, ótima ! Mais pro fim da tarde, ainda fomos nas dunas, ainda na ilha. Na semana antes da viagem, eu fiz uma prancha de sandboard (tipo uma prancha para descer na areia) com chapas velhas de duratex. Ficou muito boa, diga-se de passagem, e escorregar na areia com a prancha é muito divertido. O que não é muito bom é subir as dunas sob o sol escaldante (rs).

IMG_3962

Praia na Ilha Comprida

IMG_3892

Descendo as dunas no sandboard

Voltamos para a casa, fizemos um churrasquinho e fomos dormir.

IMG_3953

Ruas da pequena vila de Icapara

No dia seguinte, logo cedo fomos visitar alguns atrativos de Iguape, que pouca gente sabe, mas a cidade é tombada como Patrimônio Histórico, e foi fundada por volta de 1530 !

Vindo de carro da vila de Icapara, pouco antes de chegar em Iguape, subimos o íngreme morro que leva ao mirante Cristo, onde há uma estátua igual à do Rio de Janeiro (mas bem menor, rs) e uma vista privilegiada de Iguape, Ilha Comprida e os rios e alagados que cercam a região.

IMG_3899

Vista de Iguape os rios

IMG_3900

Um zoom na igreja matriz

IMG_3905

E o Cristo redentor

Descemos até a cidade, que, por sinal estava bem bagunçada por conta do carnaval, e fomos visitar o Mercado de Artesanato e Cultura, que expõe permanentemente peças feitas pelos moradores da região.

IMG_3912

Entrada do mercado

IMG_3906

Peças expostas e à venda

Como de costume, quando vou à Iguape, tiro inúmeras fotos da igreja matriz e dos prédios e casas do centro histórico.

IMG_3920

Igreja Matriz

IMG_3923

Teto da Igreja – Madeira pintada

IMG_3929

Ainda na igreja – Sala de milagres

IMG_3935  IMG_3926

Casas antigas em Iguape

IMG_3937

Igrejas

À tarde, fomos novamente pegar uma praia na Ilha Comprida. Algo muito bom que notamos nessa viagem, é que todas as vezes que fomos para essa regiãp. para atravessar até a Ilha Comprida era cobrado um pedágio de cerca de R$5 na ponte. Dessa vez o pedágio estava desativado, e a passagem estava livre ! Pois é, milagres acontecem mesmo !!!

IMG_3990

Ponte que liga Iguape à Ilha Comprida

Fomos para a casa, jantamos, e, à noite voltamos para Iguape, para ver o Carnaval de Rua, que lá é bem tradicional e divertido. Não gostamos muito de carnaval, mas resolvemos ir para rir um pouco das figuras que aparecem por lá !

IMG_3999

Pessoal se divertindo

IMG_4054

Escolas de samba

IMG_4062 cópia

E as vielas de Iguape à noite !

No dia seguinte acordamos cedo e fomos para a Ilha Comprida novamente. No dia anterior, conversamos com um bombeiro sobre como estaria a maré no dia seguinte. Quando a maré está baixa (informe-se com os bombeiros), dá para atravessar praticamente toda a ilha de carro pela praia, desde a entrada (boqueirão) até o boqueirão sul, onde termina a ilha e é possível atravessar de balsa até a cidade de Cananéia. No boqueirão sul, paramos para curtir a praia um pouco.

IMG_4067

Quilômetros e quilômetros de praias desertas !

IMG_4090

Quiosques e algum movimento – boqueirão sul

Atravessamos então com o carro (na balsa) até Cananéia. Não é cobrada taxa de travessia nesse sentido. A cidade é muito antiga, talvez até mais que Iguape. Tem um centro histórico que também é tombado como patrimônio, e um belo calçadão às margens do rio/mar.  Há uma praça central com uma igreja e uns canhões, onde ficam uns índios vendendo artesanato. Em frente, alguns restaurantes.

IMG_4105

Chegando de balsa em Cananéia

IMG_4119

Prédios históricos

IMG_4120

Praça central com os canhões…

IMG_4125 cópia

…e a igreja.

IMG_4132

Píer

Depois de almoçar em Cananéia, voltamos e arrumamos toda a tralha, e rumamos de volta para Bauru (nós) e Ourinhos (eles). Saímos de Icapara às 16hs e chegamos em Bauru por volta de meia noite.

SIGA O REVOLTEIO NAS REDES SOCIAIS:

FACE       INSTA      PINTE      YouTube-icon-400x400

Um comentário sobre “LITORAL SUL DE SP – FEV/2016

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s