Interior de SP: RIBEIRÃO BRANCO

Sexto post da série: Interior de SP. Um pouco dos atrativos das cidades do interior paulista!

Interior de SP: RIBEIRÃO BRANCO

Uma cidadezinha no sul do estado, perto do PETAR, que nunca tinha ouvido falar… Fui a trabalho. Vale do Ribeira, cravada no meio da Mata Atlântica, muitas ladeiras, e um tempo meio fechado foi cenário de 3 dias de pequenas aventuras em Ribeirão Branco.

Final do primeiro dia. Aproveitei que fui até um bairro rural chamado Itaboa para levar participantes do curso, e seguindo informações e um pouco de teimosia segui por uma estradinha de terra bem ruim até uma grande fábrica de papel. Atravessando uma ponte bem ao lado da fábrica, se vê a Cachoeira da Orsa, que cai dentro da propriedade da indústria (o que impede de descer até a parte de baixo).

IMG_2148
Na estrada
IMG_2149
Cachoeira da Orsa

Segui mais um pouco pela estrada, pedi mais umas informações pra uns trabalhadores, e parei ao lado de uma mata. Desci da Jubi, e já ouvi o barulho que tanto gosto… Som de cachoeira! Aliás, ouvir atentamente o barulho da cachoeira é uma ótima técnica para encontrá-las!

IMG_2168
Corredeiras

Segui por uma trilha bem marcada, e cheguei em uma corredeira. No mesmo rio da Cachoeira da Orsa que havia visto antes. Desci margeando o rio, e me deparei não com uma cachoeira, mas uma corredeira bem inclinada, uma pequena ilha de areia no meio de um lago e uma árvore muito legal no meio! Foi foto atrás de foto! Já valeu o dia!

IMG_2157
Cachoeira + Lago + Ilha + Cachoeira
IMG_2164
Lugar lindo

No final do segundo dia, novamente seguindo as dicas de um participante do curso, segui uma estrada para um bairro rural chamado “Cachoeira”. A estrada em si já é bem legal, com muitas pedras enormes e vistas lindas dos vales. Parei e fotografei!

IMG_2198
Pedras (e a paisagem atrás)
IMG_2195
Desfrutando…

Meio perdido no pequeno bairro rural, passei por umas plantações de tomate, uns botecos de madeira e araucárias (bem comuns por lá, já que é quase no Paraná)… enfim, parei a Jubi em uma quissaça (embasado em informações seguras e precisas que recebi de um tiozinho bêbado que vi na estrada) e desci por uns 500m em uma trilha na mata fechada. Cheguei em um rio. Eita, bom sinal. Subi o rio pela margem, e cheguei em uma cachoeirinha. Como estava frio,  não nadei. Mas rendeu umas boas fotos!

IMG_2172
Qual o nome dessa cachoeira?

Quase saindo do bairro, ainda entrei em uma propriedade particular (com permissão, é claro), e vi mais uma cachoeirinha. Tá valendo!

IMG_2176
Cachoeirinha

E no terceiro dia, chuva. Chuva pra caramba. Aproveitei o tempo ruim pra brincar de fazer rally com a Jubi! Fui testar! E é claro, com dicas dos moradores, peguei uma estrada super legal (e horrível, só barro) em direção a um bairro rural chamado “Tocas“. Resumindo: Barro, barro, barro… estrada lisa, alagada, ladeiras e muita mata fechada. Já valeu o teste para o 4×4. Show

E agora, algumas coisas legais que vi durante o passeio:

IMG_2213
Ponte pênsil
IMG_2215
Rio Apiaí
IMG_2216
Ponte de madeira
IMG_2221
Araucárias
IMG_2224
E a Jubiraca em seu habitat natural

.

SIGA O REVOLTEIO NAS REDES SOCIAIS:

FACE       INSTA      PINTE      YouTube-icon-400x400

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s